Cristão pode meditar? Entenda o que diz a Bíblia!

3 minutos para ler

Com cada vez mais pessoas afetadas negativamente pelos desafios de uma rotina agitada, a meditação tem ganhado força e ajudado quem busca um pouco mais de paz no dia a dia. Mas será que o cristão pode meditar ou essa é uma prática considerada pecaminosa?

Neste artigo, você vai descobrir de que maneira é possível se beneficiar da meditação, tanto para seu desenvolvimento pessoal quanto para seu crescimento espiritual. Continue a leitura e confira!

Como um cristão pode meditar?

É comum que haja dúvida sobre um cristão poder meditar ou não. Esse questionamento, em geral, aparece porque a meditação costuma ser associada a outras religiões. No entanto, essa prática, que também passou a ser conhecida como mindfulness, está atrelada à atenção plena no momento presente.

Em um tempo em que é tão difícil parar os afazeres, se concentrar e eliminar tantos pensamentos concomitantes na mente, a meditação pode ser extremamente benéfica para trazer reflexão sobre si mesmo, ideias mais claras e até mesmo alívio de sintomas de ansiedade.

Por isso, um cristão pode meditar, tomando o cuidado de buscar técnicas que não estejam embasadas em práticas e mantras de outras religiões, por exemplo.

A meditação, inclusive, pode ser usada no momento de devocional bíblico, com a finalidade de conseguir o máximo de concentração para se conectar com Deus e com o que Ele tem a falar para você.

Quais são os benefícios de meditar na Bíblia?

No livro de Salmos 1:2 lemos que feliz é o homem que “tem o seu prazer na lei do Senhor, e na sua lei medita de dia e de noite”.

A Palavra de Deus deve ser o objeto da nossa meditação, afinal, ela traz inúmeros ensinamentos que precisam ser fixados em nosso coração e podem nos trazer paz e felicidade em nossos dias.

Em seu devocional diário, pode ser comum ler rapidamente algum capítulo da Bíblia e logo partir para outra atividade. No entanto, ao meditar sobre o texto lido, você pode aumentar sua compreensão sobre ele, receber renovo espiritual e alcançar uma comunhão mais profunda com o Pai.

Como adotar essa prática em seu dia a dia?

Meditar sobre a Palavra de Deus não precisa ser algo momentâneo, mas uma prática que é realizada em momentos ao longo do seu dia. Isso significa que o que Deus falar com você por meio da Bíblia vai estar em sua mente constantemente.

Para meditar, procure um lugar tranquilo, se desligue de outros pensamentos e busque uma verdadeira conexão com Deus. Leia a Bíblia com atenção e calma e mostre disposição para ouvir o que Deus tem a dizer para você naquele dia.

Enquanto a meditação tradicional vai favorecer o seu processo de concentração e aquietação, a meditação na Palavra de Deus é o que vai trazer o seu alimento diário. As duas práticas podem e devem ser aliadas em sua rotina.

Como você viu, o cristão pode meditar e usar essa prática milenar em seus momentos de devocional. Assim, ele pode criar um relacionamento com Deus e ficar mais sensível ao que o Pai tem a dizer.

Gostou deste artigo? Queremos compartilhar outros conteúdos com você. Siga a DoxaBox no Facebook e no Instagram e acompanhe nossas publicações.

Posts relacionados

7 thoughts on “Cristão pode meditar? Entenda o que diz a Bíblia!

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.