4 dicas para desenvolver o hábito de orar e crescer espiritualmente

4 minutos para ler

Nenhum relacionamento sobrevive sem comunicação. Somente por meio dela é possível criar intimidade. Assim também é nossa relação com Deus. Ele fala conosco por meio das Escrituras e nós falamos com Ele pelas orações. A comunicação entre nós não pode ser unilateral. Por isso, é fundamental mantermos o hábito de orar.

Jesus dedicou-se tanto à oração que os discípulos pediram para que fossem ensinados a orar. Se quisermos ser semelhantes a Jesus, se desejamos ter ouvidos que ouçam a voz de Deus, é preciso segui-lo principalmente nessas duas atitudes: orar incessantemente e conhecer a Palavra, “porque os olhos do Senhor estão sobre os justos, e os Seus ouvidos, atentos às suas orações” (1 Pedro 3:12).

Por esse motivo, listamos dicas valiosas que ajudarão você a ter uma vida de oração mesmo com uma rotina atribulada. Acompanhe!

1. Planeje-se

O dia a dia de todos nós está bastante corrido e não é raro ouvirmos as pessoas reclamando sobre a falta de tempo. Por isso, planejamos e arranjamos horário para todas as atividades importantes do dia, como trabalhar, fazer atividades físicas, tomar banho, entre outras.

Quando percebemos, o dia passou e não conseguimos orar. Sendo assim, é fundamental reservarmos um tempo todos os dias para a oração. Faça dela uma atividade inegociável.

Isso garante mais consistência nas preces e um relacionamento mais íntimo com nosso Pai. Caso não tenha conseguido orar na hora determinada, faça tão logo seja possível, mas não deixe o dia chegar ao final sem conversar com Deus.

2. Reserve um lugar para suas orações

Após incluir a oração em seu planejamento diário, tenha um lugar específico para suas preces. De fato, podemos conversar com Deus em qualquer lugar. No entanto, Ele quer toda a nossa atenção durante as orações.

Jesus buscava lugares tranquilos para as orações e nos recomendou o mesmo ao dizer: “mas, quando você orar, vá para o seu quarto, feche a porte e ore ao Pai que está em secreto. Então seu Pai, que vê em secreto, o recompensará” (Mateus 6:6). Por esse motivo, o ideal é reservar um local calmo, silencioso, confortável e onde não será interrompido.

3. Fuja da procrastinação

Haverá dias em que não teremos disposição para orar, dias cansativos, tristes, estressantes e, até mesmo, dias em que estaremos doentes. Mantenha o hábito de orar mesmo e, principalmente, nesses períodos. Primeiramente, porque só Deus, que é amor, nos ajuda a passar por esses momentos da melhor forma.

Também porque é preciso repetir uma determinada ação se quisermos que ela se transforme em um hábito consistente. “Orai sem cessar. Em tudo dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco” (1 Tessalonicenses 5:17,18).

4. Utilize materiais que auxiliem

Há diversas ferramentas que podem ajudar a desenvolver sua fé, aprofundar sua vida espiritual e contribuir para o seu momento íntimo de conversa com Deus. Um bom exemplo são os guias de doxologia, que contêm lições diárias, orações e ensinamentos de forma bastante simples.

Ainda, escolha bons livros que o inspirem a integrar a espiritualidade em seu cotidiano. Outra dica muito boa é ouvir playlists durante o seu momento de oração, bem como ao longo do dia.

Enfim, o hábito de orar deve ser tratado como prioridade. Mesmo nos tempos difíceis, não desanime. Recomece sempre. Lembre-se que o poder de Deus se aperfeiçoa na fraqueza e confie sempre no Seu agir. Busque conforto nas Escrituras Sagradas, ore e estreite seus laços com o Pai.

Gostou dessas dicas sobre como ter uma vida de oração? Que tal compartilhá-las em suas redes sociais? Assim, ajudará também seus amigos a manterem o hábito de orar!

Posts relacionados