Divindade

O conhecimento da Divindade
4 minutos para ler

Você deseja que as suas preocupações e os seus temores se dissipem? Então mergulhe no mais profundo mar da Divindade. Permita que o Espírito conduza os seus pensamentos pela estrada que leva ao conhecimento do Senhor. Nesta estrada, permita que sua mente seja humilhada e também expandida. Contemple a Cristo, permita que a glória Dele console a sua razão; ao refletir sobre o Pai, perceba as tristezas se afastando; sob a influência do Espírito Santo, como afirmou Charles H. Spurgeon, “sinta o bálsamo cobrindo cada ferida em sua alma! Não há nada que possa confortar tanto a alma, acalmar as ondas de tristeza e dor, trazer paz para os ventos da provação, como uma meditação piedosa sobre a Divindade.”

O filósofo francês Luc Ferry disse que o prólogo de João mudou a história do pensamento. Os gregos entendiam que existe uma ordem racional e moral, chamada Logos, que rege toda a realidade. E quando João, autor do Evangelho, tomando emprestado o termo filosófico – e trazendo-o para dentro do contexto da narrativa bíblica da criação –, afirma, surpreendentemente,“no princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio com Deus. Todas as coisas foram feitas por intermédio Dele, e, sem Ele, nada do que foi feito se fez.

“Nenhum assunto de contemplação tenderá mais a humilhar a mente do que os pensamentos acerca de Deus… Contudo, ao mesmo tempo em que o assunto humilha a mente, ele também a desenvolve. Aquele que frequentemente pensa em Deus terá a mente mais abrangente do que o homem que simplesmente se arrasta por este estreito globo… O mais excelente estudo para desenvolver a alma é a ciência de Cristo, e Ele crucificado, e o conhecimento da Divindade na gloriosa Trindade. Nada aumentará mais o intelecto, nada enaltecerá mais toda a alma do homem quanto uma investigação devota, diligente e continuada do grande assunto da Divindade.” J. I. Packer (O conhecimento de Deus)

Ocupe os seus pensamentos sobre a Divindade

Hoje é dia de exercitar a sua mente: humilhe-a com pensamentos acerca de Deus. Hoje é dia de humilhar a sua mente, então exercite-a pensando em Deus. Ocupe os seus pensamentos com a Palavra da Verdade. Envolva-se com o grande assunto da Divindade; deseje saber, investigue com devoção diligente a ciência de Cristo. Expanda-se! Desenvolva-se!

A luz do mundo

A vida estava Nele e a vida era a luz dos homens […]. E o Verbo se fez carne e habitou entre nós, cheio de graça e de verdade, e vimos a sua glória, glória como do unigênito do Pai” (João 1:1-4,14 ARA), nada mais foi como era antes. De acordo com Timothy Keller, em Encontros com Jesus, “essa declaração caiu como um raio sobre o mundo dos filósofos da Antiguidade. Como os filósofos gregos, João afirma haver um telos, ou propósito, em nossa vida, algo para o que fomos feitos, que devemos reconhecer e honrar. Proclama que o mundo não é simplesmente o produto de forças cegas, aleatórias […]. Em vez disso, a Bíblia insiste ainda em que o sentido da vida não é um princípio ou algum tipo de estrutura racional abstrata, mas uma pessoa, um ser humano individual que caminhou sobre a terra. Tal afirmação, Ferry observa, soou aos filósofos como uma ‘insanidade’.

Mas levou a uma revolução. Se o cristianismo era verdadeiro, a vida bem vivida não se encontrava fundamentalmente na contemplação filosófica e nas buscas intelectuais, o que deixaria de fora a maior parte das pessoas do mundo. Estava, sim, em uma pessoa passível de ser conhecida em um relacionamento acessível a qualquer pessoa, em qualquer lugar, de qualquer formação.”

Texto extraído do Devocional Jornada Aletheia – Doxologia dia 11 (Outubro/23)

A Doxabox é um clube de assinatura que ajuda você a se aproximar de Deus por meio de ferramentas edificantes que vão transformar a sua prática devocional e fortalecer sua fé. Acesse nosso site e participe!

Você também pode gostar

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.